Vizinhos pedem para soltar cadela que aguenta chuva sem teto, ela parece triste

“É assim que sempre a mantêm, não a alimentam, dão-lhe uma garrafa de água, mas não lhe dão nada para comer. Lá ela passa o tempo no calor, nas chuvas e não a deixam ir embora”, disse a mulher que gravou o cachorro para denunciar os donos e informar a polícia.

As redes sociais não servem apenas para compartilhar nosso orgulho, felicidade ou momentos inspiradores, mas também é um espaço para divulgar casos que devem preocupar a todos e denunciá-los, se necessário.

Foi o que fez uma vizinha no Estado do México, quando decidiu registrar e postar na internet as condições deploráveis ​​em que seus vizinhos tinham um cachorro: amarrada, sem comida e na chuva era assim.

Por meio da sequência, a mulher explicou as condições em que esse cachorro vivia no que seria o quintal da casa, e de onde ela nunca havia saído. No momento, está na chuva, mas a pessoa esclarece que também acontece quando está calor.

“Mais de um mês amarrada lá, eles sempre a mantêm assim, não a alimentam, dão uma garrafa de água, mas não dão nada para ela comer. Lá ela passa o tempo no calor, nas chuvas, não a soltam, não a alimentam”, disse a mulher que gravou o cachorro para denunciar os donos.

Depois que o vídeo foi compartilhado nas redes sociais, os usuários exigiram que alguma autoridade prestasse atenção neste caso, já que era crueldade animal manter um animal de estimação nessas condições.

Sugerido para si:  Cachorro insiste em abraçar o pai na praia pelo motivo mais doce

Desta forma, e após a comoção por parte dos internautas, a Agência de Proteção Ambiental do Governo do Estado do México (PROPAEM) anunciou que já havia tratado o caso deste cão.

No entanto, eles não quiseram dar mais informações sobre a situação do canino, pois explicaram que, como existe um procedimento administrativo, não podem fornecer mais informações, pois o processo correspondente pode ser afetado.

Por fim, garantiram que, à época, as informações sobre essa denúncia serão divulgadas apenas pelos canais oficiais de comunicação. via:mundosorprendente


- Publicidade -

MAIS POPULARES

- Publicidade -