Usuário levou 51 anos para devolver livro à biblioteca e pediu desculpas em bilhete

Uma livraria em Vancouver (Canadá) emprestou a obra “O telescópio” em 20 de abril de 1971, e desde então não voltou às prateleiras. A pessoa que tinha a cópia deixou um bilhete quando a devolveu e, por causa de seu gesto, decidiram não sancioná-la.

As bibliotecas oferecem um mundo inteiro de livros para ler e de diferentes tipos. Fantásticos, histórias reais, enciclopédias, livros de poesia, entre muitos outros costumam ser apenas uma pequena parte.

Qualquer pessoa pode acessar o diploma que deseja por um período, que depende do mesmo local.

Cada biblioteca decide por quantos dias alguém pode pegar um livro emprestado, que geralmente é de 20 ou até um pouco mais, desde que possa apreciá-lo em casa.

Embora de tempos em tempos o empréstimo possa ser renovado para estender o prazo e tê-lo um pouco mais, desde que alguém não o tenha solicitado antes. E caso se atrase na devolução, a biblioteca pode penalizar o usuário.

Devido a certos inconvenientes ou memória ruim, alguns costumam demorar alguns dias para devolvê-lo, mas há pessoas que demoram até anos.

Algo que é conhecido pela biblioteca pública South Hill Branch em Vancouver (Canadá) que recuperou um livro com 51 anos de atraso.

A livraria mostrou a obra em sua conta no Instagram, que foi emprestada em 20 de abril de 1971 e não voltou às prateleiras desde então. Era “O telescópio”, um livro de astronomia escrito por Harry Edward Neal publicado em 1958.

Sugerido para si:  Homem vai ao médico devido a uma dor no pé e recebe uma notícia terrível

O que mais chamou a atenção dos bibliotecários foi que o livro vinha acompanhado de um pequeno bilhete que o usuário deixou para pedir desculpas. “Da sua biblioteca. Desculpe, está um pouco ’51 anos’ atrasado, mas está em muito bom estado. Obrigado”, escreveu ele no papel.

A biblioteca apreciou o gesto do usuário, qualificando-o como “doce”, além de ficar feliz em recuperar a obra em bom estado. Embora não soubessem os motivos do atraso, decidiram não sancionar a pessoa.

“Com a nossa recente eliminação das taxas de pagamento atrasado, você não será cobrado um centavo por sua devolução atrasada! Eliminação de multas = maior acesso para todos”, postou a livraria no Instagram.

Mais vale tarde do que nunca. via:upsocl

Gostou do artigo?

Toque nas estrelas para votar.

Média: / 5. Votos:

Até agora ninguém votou, vote você!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

MAIS POPULARES