Urso brinca com neve pela primeira vez, após viver vários anos em gaiola

Infelizmente, em algumas partes do mundo, os circos ainda usam animais para o entretenimento das pessoas, independentemente das consequências que isso traz para os animais, que passam em cativeiro, às vezes por toda a vida, em condições cruéis e deploráveis.

Um exemplo disso ocorreu com um urso chamado Napa, que nasceu em um zoológico na Sérvia em 2006 e depois foi vendido para um circo onde fez parte de um espetáculo até 2009, quando foi promulgada uma nova lei proibindo o uso de animais para este tipo de atividade.

No entanto, os donos do circo se recusaram a entregar Napa e ele passou os 8 anos seguintes vivendo em uma pequena gaiola, onde sofreu abusos físicos, fome, má nutrição e um confinamento que parecia interminável.

Felizmente, uma organização internacional chamada Four Paws descobriu a situação de Napa e em 2016 conseguiu resgatá-lo com a ajuda das autoridades sérvias.

No entanto, como Napa esteve fora de seu ambiente natural toda a sua vida, ele não pôde ser libertado e seus socorristas o levaram para um local para reabilitação.

Uma das prioridades da equipe de resgate era ajudá-lo a se adaptar a um espaço livre, pois como nunca havia vivido em estado selvagem, não sabia se comportar como um urso.

Além disso, os veterinários o ajudaram com seus problemas de saúde, como explica Ulrike Wuestner, membro da Four Paws International “A saúde de Napa não estava boa quando o resgatamos, vários de seus dentes estavam quebrados por morder as barras da gaiola e também por causa da comida errada que recebeu”

Sugerido para si:  8 coisas que fazemos que deixam os cães confusos

Mais tarde, a equipe continuou com sua reabilitação e em 2018 os socorristas decidiram transferi-lo da Sérvia para o Arosa Bear Sanctuary, um novo santuário de ursos localizado no leste da Suíça, que é cercado por montanhas e Napa se tornou o primeiro morador do local.

Uma vez no santuário, os socorristas iniciaram um processo de adaptação e após algumas horas Napa começou a explorar e brincar nas instalações, até que depois de alguns dias, ele foi liberado no campo do santuário.

Em uma entrevista ao The Dodo, Ulrike mencionou que “o primeiro passo de Napa fora, não foi um primeiro passo como tal, foi como se reunisse toda a sua coragem e desse um grande salto”.

Desta forma, a vida de Napa mudou completamente, tornando-se um animal muito curioso que adora brincar, tomar banho, passear e procurar comida, de uma forma muito semelhante à dos ursos na natureza.

Além disso, quando o inverno se aproximava e começava a nevar, Napa não conseguia conter sua felicidade se divertindo, brincando e deitando na neve pela primeira vez na vida.

Por outro lado, Alexandra Mandoki, membro da Four Paws International, mencionou em entrevista ao The Dodo, sobre um evento muito importante na vida de Napa: “Ficamos muito felizes em ver que pela primeira vez em sua vida, ele começou a hibernar. Ele apenas se comportou como um urso normal na natureza.”

Além disso, Alexandra mencionou que algum tempo depois chegaram dois outros ursos chamados Amelia e Meimo, que foram resgatados de um zoológico na Albânia.

Sugerido para si:  4 razões para os gatos gostarem de lamber os donos

Após alguns meses de adaptação, Napa conheceu Amelia, e os socorristas do Four Paws acham que pode ter sido a primeira vez que Napa viu outro urso. Depois de alguns dias Meimo se juntou à dupla e Napa se tornou o líder do grupo.

Na entrevista, Alexandra concluiu: “Finalmente ver o Napa aqui neste novo ambiente, ver o quão bem ele se desenvolveu no santuário dos ursos e ver o quanto ele aprecia desfrutar de sua liberdade, é realmente possível dizer que cada luta valeu a pena.

O Napa mudou completamente, agora ele pode viver como um urso, ele tem sua liberdade, ele pode curtir a natureza… isso é o que queremos na Four Paws, apoiar e ajudar os animais que merecem outra vida, uma vida melhor”. via:nation


- Publicidade -

MAIS POPULARES

- Publicidade -