Pai causa polêmica após usar coleira em filhos em passeio de família

O debate nas redes ganhou calor após a publicação de um curioso vídeo em que um pai caminhava com seus cinco filhos em vias públicas, mantendo-os na coleira.

Em tempo recorde, o vídeo obteve mais de três milhões de visualizações, com acréscimo de comentários a favor e contra o inusitado método de controle.

O homem da polêmica é Jordan Driskell, que foi alvo de críticas e manifestações de carinho após divulgar um pequeno vídeo no Instagram em que caminhava com seus quíntuplos à coleira pela cidade de Kentucky, no sul dos Estados Unidos.

O pai usou um método não muito diferente daquele usado em um passeio de animal de estimação.

Embora as crianças se movam alegremente, sem protestar ou expressar desconforto, as imagens geraram um verdadeiro debate entre os usuários que assistiram às filmagens: alguns expressaram admiração pela capacidade de Driskell de cuidar de cinco filhos simultaneamente, enquanto outros desaprovaram a metodologia do pai, por andando os quíntuplos de forma idêntica a um grupo de animais de estimação.

“Vim para andar uma milha (1,6 quilômetro) com meus sapatos”, comentou Jordan ao postar o vídeo.

A notícia teve tal repercussão pública que Jordan e sua esposa Brianna foram convidados para programas de televisão, onde mencionaram a dificuldade de cuidar de cinco crianças de cinco anos. Por esse motivo, os pais adotaram essa controversa medida de controle.

“Apenas os animais devem ser amarrados”
Entre os usuários que rejeitaram o uso da coleira, destacou-se um que comentou que “somente animais devem ser amarrados”, em clara oposição às ações de Jordan Driskell.

Sugerido para si:  Girafa se despede com um beijo carinhoso de seu cuidador com câncer

No outro extremo, houve comentários de apoio ao pai por seu espírito superprotetor: “Faça o que tiver que fazer para manter as crianças seguras! O amor é o que eu vejo. Nenhum deles parece estressado. Bom para você”, argumentaram.

O olhar de um pediatra não faltou no debate, que desaconselhou a coleira e detalhou: “Não gosto de ver crianças amarradas como bichos de estimação”, considerou. via:perfil

Gostou do artigo?

Toque nas estrelas para votar.

Média: 5 / 5. Votos: 1

Até agora ninguém votou, vote você!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

MAIS POPULARES