Menino paralisado por vírus consegue recuperação incrível

Josh Waterworth é um menino de 7 anos de Surrey, Reino Unido, e infelizmente, quando tinha apenas 2 anos, contraiu um vírus semelhante à poliomielite chamado enterovírus, que o deixou paralisado e com poucas esperanças de uma recuperação completa.

Infelizmente, em julho de 2016, Josh começou a apresentar alguns sintomas de infecção respiratória e febre leve e, embora a princípio sua mãe, Karen Waterworth, pensasse que era apenas um vírus comum, ela não imaginava que ele realmente tivesse contraído uma doença que mudaria completamente suas vidas.

Percebendo a febre, Karen começou a cuidar de Josh em casa, acreditando que tudo melhoraria como em outras ocasiões, já que ele é seu terceiro filho e sabe que é comum crianças adoecerem com gripes e outras doenças menores.

No entanto, Karen se assustou ao ver que durante a noite seu filho não conseguia mexer o braço direito e imediatamente o levou ao pronto-socorro.

Uma vez no hospital, os médicos ficaram perplexos com a rápida progressão de seus sintomas e, em poucas horas, Josh teve que ser internado.

Infelizmente, Josh estava em suporte de vida por vários meses e, após muitos testes, os médicos conseguiram determinar que o britânico havia contraído enterovírus D68 e foi diagnosticado com mielite flácida aguda.

Em entrevista à mídia Metro UK, Karen relatou que “havia inflamação em toda a coluna. Foi muito chocante, não foi apenas uma seção.

Foi do topo do tronco cerebral até a coluna. Ele foi rapidamente em suporte de vida. Ele não conseguia respirar, não conseguia nem levantar a cabeça. Ficou completamente paralisado.”

Depois de estar em suporte de vida, os médicos e familiares de Josh ficaram surpresos ao ver que ele gradualmente começou a mostrar sinais de movimento muscular, já que o prognóstico inicial era de que o menino não se recuperasse.

Sugerido para si:  Velho e solitário Golden Retriever ganha um presente todo especial e tem a melhor reação de sempre

No entanto, o caso de Josh parecia ser excepcional e eles imediatamente começaram a praticar vários exercícios de movimento e assim conseguiram recuperar alguma mobilidade em seu braço esquerdo.

O pequeno lutador continuou com os tratamentos no hospital e após 1 ano no hospital foi liberado para continuar com um programa intensivo de reabilitação no Children’s Trust.

Dessa forma, Josh passou a ter mais mobilidade no braço esquerdo e na cabeça. Depois de muita prática, ele conseguiu ficar de pé e finalmente aprendeu a andar novamente.

A família de Josh continuou a apoiar incansavelmente todas as suas necessidades médicas e em julho de 2017 ele foi liberado para poder ir para casa.

Na entrevista ao Metro UK, Karen contou que “quando ela saiu do hospital, ela saiu pelas portas. Foi mais emocionante do que no dia em que me casei. Havia entre 40-50 pessoas do Children’s Trust reunidas para comemorar. Eles realmente o ajudaram e ele não estaria onde está hoje se não fosse por todos eles.”

Por fim, Karen mencionou que depois de 5 anos, Josh recuperou grande parte de sua mobilidade e pode até correr, “agora ele tem o prazer de jogar futebol com os amigos e diz que um dia quer ser jogador de futebol”. via:nation

Gostou do artigo?

Toque nas estrelas para votar.

Média: / 5. Votos:

Até agora ninguém votou, vote você!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

MAIS POPULARES

Encontre os cinco Y entre os X

19 nomes para meninas rebeldes