Menina de 8 anos defende e salva cachorrinha espancada por meninos

A pequena Isa fora enviada por sua prima adulta para comprar leite. No entanto, no caminho ela viu um grupo de crianças maltratando uma cachorrinha. “Estou feliz que ela salvou sua vida”, disse Grazi Do Vale Silva.

Todos os dias existem milhares de cachorros e gatos que lutam para sobreviver nas ruas. Muitos deles devem lidar com a má ou quase nenhuma nutrição, desidratação e também as intempéries devido à falta de abrigo, como frio e calor extremos.

E assim como existem animais que devem sofrer isso diariamente, também existem organizações e instituições que se dedicam a resgatá-los e fornecer-lhes um lar temporário ou permanente.

No entanto, essa ajuda muitas vezes não vem dessas organizações, mas sim de indivíduos que acidentalmente ou premeditadamente se deparam com esses animais abandonados e podem proporcionar-lhes uma vida muito melhor.

Foi o que aconteceu com Isa, uma menina de 8 anos que, por sorte e acaso, voltou para casa carregando um cachorrinho.

Segundo informações do The Dodo, a menina foi enviada por sua prima adulta, Grazi do Vale Silva, que havia pedido que ela fosse buscar leite na loja perto de sua casa. Mas a garota, em vez de seguir essas instruções, voltou para casa com uma surpresa.

“Eu estava olhando pela porta da frente quando a vi carregando algo estranho”, explicou Grazi. Naquele exato momento, quando Isa se aproximou dela, ela percebeu que o que ela carregava era um cachorrinho que havia nascido há alguns dias.

Sugerido para si:  Pitbull salva mulher idosa - a história de um verdadeiro herói

Antes de repreender Isa por não ter comprado o leite, ela lhe contou a verdade. Como a menina explicou, havia um grupo de crianças chutando o cachorrinho, então ela decidiu intervir e salvá-la daquela situação.

Ao vê-la chegar com o animal, Grazi percebeu que ela estava com um ferimento na cabeça em decorrência dos maus tratos ao grupo de crianças. Isa salvou a vida da criatura.

Ambos trataram suas feridas, alimentaram-na e deram-lhe abrigo. Além disso, eles a batizaram como Mel. “Estou feliz por ter salvado a vida dela (…) Mel é apegada a Isa, e Isa a trata como uma filha. A primeira coisa que ela faz depois da escola é ir ver Mel. Elas são inseparáveis”, disse Grazi.

“Estou orgulhoso de Isa. É nosso dever respeitar os animais. Seu amor é um presente“, fechou. via:upscol


- Publicidade -

MAIS POPULARES

- Publicidade -