Jovem tenta ligar suas trompas e seu médico não permitiu, ela alega não querer ser mãe

Olivia compartilhou a história no TikTok dizendo que sua ginecologista lhe disse não porque “é permanente, você pode conhecer o homem certo e mudar de ideia”.

Ser mãe é uma decisão extremamente pessoal, ninguém deve forçá-la a fazê-lo.

Mas atualmente ainda há quem pense que ser mulher significa necessariamente que em algum momento você deve ser mãe. Embora haja quem não pense assim, ainda há muita reticência por parte das pessoas que trabalham na área da saúde.

Nesse sentido, Olivia Downs, uma jovem de 22 anos, vivenciou em primeira mão o machismo que existe dentro da área.

De acordo com a jovem em sua conta no TikTok, ela tomou a decisão de não ter filhos quando tinha apenas 13 anos e desde então não mudou de ideia:

“Quando tive minha primeira menstruação aos 13-14 anos, odiei tanto a experiência que perguntei à minha mãe o que eu poderia fazer para parar […] Ela fez ablação endometrial, um procedimento em que o revestimento uterino é queimado afastado para que não possa engrossar, o que resulta em você não ter mais seu período.”

Ela conta que na época perguntou à mãe se ela também poderia fazer esse procedimento, ao que ela respondeu que significaria que ela não poderia ter filhos.

Ela conta que pensou por alguns segundos e percebeu que se sentia calma com a ideia de nunca ter filhos ou ter que parir: “A partir daquele momento tomei a decisão e nunca mais mudei de ideia”.

Como ela sempre soube o que quer, Olivia decidiu ir falar com sua ginecologista para pedir que suas trompas fossem amarradas para que ela não menstruasse mais.

Sugerido para si:  Shakira pode passar 8 anos na cadeia por sonegar impostos

No entanto, a jovem afirma que a médica lhe disse que não faria e que ela deu motivos bastante machistas para recusar o procedimento.

Ela diz que a ginecologista lhe disse que não porque “é permanente”, algo que obviamente Olivia já sabia e que, na verdade, é o que ela está procurando.

A jovem explicou isso a ela, mas a médica respondeu: “Você poderia conhecer o homem certo e mudar de ideia”. A menina lhe disse que isso era impossível, já que não estava em seus planos futuros ter filhos com ninguém. Aqui está o vídeo onde Olivia conta tudo:

A conversa não durou muito, pois Olivia percebeu que não havia nada a ganhar em continuar brigando com a mulher, que claramente não mudaria de ideia.

Esperamos que a jovem encontre um médico que respeite sua escolha, pois é algo que só ela pode decidir. via:upsocl

Gostou do artigo?

Toque nas estrelas para votar.

Média: 5 / 5. Votos: 2

Até agora ninguém votou, vote você!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

MAIS POPULARES