Homem vai à neve e sua mão começa a ficar preta, terminando muito mal

Fahad Badar é gerente do Commercial Bank of Qatar, um dos maiores bancos privados de seu país.

Mas, no fundo, tem uma paixão pela escalada e é um montanhista de elite, onde alia os seus objetivos desportivos à visibilidade do seu país e da sua cultura.

Infelizmente, alguns dias atrás, Fahad Badar sofreu um infeliz acidente a 8.000 metros de altitude na montanha Broad Peak, no Paquistão, onde a falta de oxigênio, juntamente com o clima extremo, causou “congelamento” em sua mão e infelizmente ele perderá os dedos.

Este aventureiro narrou os detalhes do que aconteceu com ele no acidente e fala sobre isso de forma muito encorajadora e com gratidão:

“Eu estava escalando o Monte ‘Broad Peak’ e sua altura é de 8.000 metros, que ocupa o 12º lugar no mundo em termos de altura. É conhecida como uma montanha difícil de escalar, e ao lado dela está o Monte ‘K2, a segunda montanha mais alta do mundo.

“A viagem durou dois meses, e o dia da subida ao cume que durou 3 ou 4 dias, e depois que cheguei ao cume houve mais de um acidente, quando voltei a uma altitude de 8.000 metros, caiu um alpinista russo e eles estavam tentando salvá-lo, então eu estava atrasado para o cume por 5 horas e fiquei sem oxigênio, e por causa disso eu estava tendo alucinações e tive que passar a noite inteira no topo sem oxigênio.”

Sugerido para si:  Homem usa pochete dupla para carregar seu bebê e seu cachorro ao mesmo tempo

“Graças a Deus, no segundo dia eles me resgataram e eu desci da montanha. Infelizmente, devido ao oxigênio no topo, sofri vários danos na mão, além de alucinações, e agora estou com amnésia pelo que aconteceu naquela noite.

“Depois de voltar para o Catar e tentar tratar por um mês, infelizmente terei que perder meus dedos esquerdos.”

Ele postou em suas redes sociais que vai usar essa prótese e que agradece à vida por ter sido resgatado. Seu hobby de escalada não será deixado de lado e ele continuará. via:porquenosemeocurrio


- Publicidade -

MAIS POPULARES

- Publicidade -