Família encontra pérola de 4 mil euros ao comer amêijoas num restaurante

A descoberta curiosa é comparável a ter ganhado na loteria. As pérolas são uma das gemas mais valiosas e cotadas do mercado; quase tão desejável quanto diamantes. Pela sua origem, as pérolas tornaram-se sinónimo de algo raro e único.

Uma pérola é uma esfera em camadas de carbonito de cálcio cristalino, formada dentro de um molusco. Leva aproximadamente 10 anos para criar e o tamanho e a cor variam, então não há duas iguais.

Por isso, o valor de cada pérola é diferente e é determinado de acordo com seu tamanho, forma e cor, sendo as pérolas que não possuem cor branca ou creme as mais valorizadas.

É por isso que encontrar uma dessas pedras preciosas inesperadamente enquanto se saboreia uma refeição em um restaurante é algo completamente extraordinário. E foi exatamente isso que aconteceu com um homem, que encontrou um objeto duro em seu sanduíche macio que quase quebrou seu dente.

Este é Scott Overland, que encontrou uma pérola roxa, avaliada em quatro mil euros, enquanto comia em um restaurante.

O incidente aconteceu na cidade de Rehoboth Beach, Estados Unidos, em um restaurante chamado Salt Air. De acordo com a mídia do USA Today, o homem estava de férias com sua esposa e dois filhos quando ocorreu o achado.

A princípio, ele pensou que o chef havia deixado cair um objeto estranho em seu prato, mas ao olhar mais de perto a peça percebeu que na verdade era uma bela pedra. Ele e sua esposa examinaram o curioso objeto e determinaram que era de fato uma pérola que o molusco havia formado dentro.

Sugerido para si:  5 motivos que fazem o signo de gêmeos ser o pior do zodíaco

“Tinha um pequeno recuo onde algo estava crescendo. A pérola se encaixa perfeitamente na fenda”, observou Scott.

Não era uma pérola qualquer, mas era um espécime muito raro e especial. A pérola roxa foi avaliada em 4.000 euros devido à sua forma, tamanho e cor. Mas o mais estranho é como essa pérola conseguiu sobreviver.

A peça foi encontrada dentro de um molusco de espécie mercenária, e apenas um em cada 5.000 pode produzir uma pérola. Além disso, as pérolas que começam a se formar dentro de moluscos cultivados para alimentação geralmente têm muito pouca chance de serem preservadas.

Isso se deve aos processos de manuseio, bem como ao cozimento e aos ingredientes que são adicionados ao prato, pois danificam a peça e, no final, no seu molusco você não encontrará nada que se assemelhe à pedra preciosa.

É por isso que é incrível que Scott tenha encontrado uma pérola roxa em sua comida. O pires custou 14 dólares, porém, no final o homem acabou com uma linda pérola de 4 mil euros. Scott ainda está descobrindo o que fazer com a peça: vendê-la ou transformá-la em joias para sua esposa.

“Podemos tentar transformá-la em algo para que possamos ter uma herança de família especial. Isso, ou terei que continuar comendo mariscos e encontrar um segundo se quiser transformá-la em brincos.” via:porquenosemeocurrio


- Publicidade -

MAIS POPULARES

- Publicidade -