Ela levou sua cachorra com câncer terminal a um McDonald’s para realizar seu último desejo

Emmie, dona de Molly, de 12 anos, garantiu que seu último dia antes de dormir fosse perfeito: havia passeios no parque, brinquedos e despedidas de seus ‘irmãos’ cachorros.

Qualquer dono ou cuidador de animais de estimação gostaria que seu animal de estimação vivesse para sempre.

Porém, assim como a jornada de qualquer ser vivo, tudo tem um fim, por mais triste e doloroso que seja.

Há quem perca seus animais de estimação em acidentes, mas há outros que têm tempo de se despedir, principalmente os que sofrem de doenças graves e terminais.

Foi o caso de uma mulher que compartilhou um vídeo comovente no TikTok sobre o último dia de vida de seu cachorro de 12 anos, que precisava dormir porque tinha vários tumores cancerígenos por todo o corpo, o que lhe causava dores extremas. .

Esta é Molly, a cadela de Emmie Nielsen, originalmente de Putney, na Inglaterra, que passou seu último dia cumprindo uma lista de desejos com sua dona, sua família e seus amigos caninos.

Como o veterinário a aconselhou a sacrificá-la para não continuar sofrendo, já que sua morte era iminente, Emmie organizou um último dia muito especial para ela com seus doces favoritos e ainda a primeira e última visita ao McDonald’s na vida dela.

“Primeiro fomos ao McDonald’s para seu primeiro e último cheeseburger McFlurry. Em seguida, nós a levamos para passear no Pets at Home para chamar a atenção de estranhos e escolher seu último presente. Ela o amava”, disse.

Emmie gravou todos os momentos daquele dia e os carregou no TikTok. Ela também disse que Molly conseguiu se despedir de seus melhores amigos caninos e de suas irmãs. “Ela é o bebê mais amoroso e leal, ela nunca faria mal a ninguém”, acrescentou.

Sugerido para si:  Flossie ganha recorde mundial do Guinness por ser o gato mais velho do planeta

No final daquele dia maravilhoso, Emmie acompanhou Molly em sua última visita à clínica veterinária, onde a colocaram para dormir para que ela não sentisse mais a dor dos tumores cancerígenos e pudesse descansar para sempre. via:upsocl


- Publicidade -

MAIS POPULARES

- Publicidade -