5 rituais para relaxar e vencer a ansiedade

Rituais para superar a ansiedade podem funcionar como verdadeiros analgésicos diários.

São escudos comportamentais e cognitivos para controlar a incerteza através de ações muito simples.

Eles trazem ordem, estrutura, proporcionam calma mental, segurança e amortecem aquela sensação de angústia revestida de pânico e pressão indefinível que tantas vezes nos assola.

Pode ser que o assunto dos rituais sugira certa desconfiança a mais de um.

Tradicionalmente, a palavra “ritual” tem uma conotação mágica e está associada a uma série de encantamentos ou feitiços para atrair fortuna, amor ou saúde.

No entanto, muitas vezes esquecemos o seu verdadeiro significado. Um ritual é um ato que é repetido repetidamente para um propósito simbólico. Também possui uma estrutura rígida e bem definida.

O simples ato de incluir algo repetitivo em nossa rotina que confere ordem e sensação de controle já é benéfico para o nosso cérebro.

Não podemos esquecer que a própria ansiedade se alimenta da incerteza, surge do nada, é imprevisível e nos tira o controle sobre nós mesmos.

Portanto, esta série de rituais cognitivos e comportamentais nos oferece um mecanismo compensatório muito interessante que vale a pena levar em conta.

Vamos nos aprofundar um pouco mais neste tópico.

Rituais para superar a ansiedade, eles são realmente úteis?

No início da década de 1920, o conhecido antropólogo Bronislaw Malinowski estudava a população das ilhas Trobriand no Pacífico.

Havia algo que chamou sua atenção quase desde o início. Quando um homem pescava no rio, não fazia o mesmo que se pescasse no mar.

Sugerido para si:  7 coisas que acontecem no corpo quando se toma banho no mar

Antes de embarcar em direção ao oceano realizavam uma série de rituais muito complexos. Algo que não aconteceu quando fizeram uma expedição nos rios das ilhas.

O mar era perigoso, imprevisível e implacável a maior parte do tempo. Os rituais aplacavam o medo e lhes davam uma sensação de segurança, um valor simbólico e a promessa de que “tudo ia ficar bem”.

Assim, um interessante estudo publicado na revista “Current Biology” demonstrou a grande marca psicológica que essa série de atos poderia ter para gerenciar o medo, a ansiedade e, sobretudo, o ato de enfrentar o que não podemos controlar.

Rituais para superar a ansiedade são úteis e sempre foram na história da humanidade. Agora, há um fato que não podemos negligenciar.

Esses movimentos ritualizados que visam oferecer uma sensação de ordem e segurança ao cérebro não são por si só a solução para nossos problemas. Eles oferecem uma sensação de controle, restauram o equilíbrio interno e regulam as emoções.

No entanto, eles não são um remédio universal para transtornos de ansiedade, que, sem dúvida, exigem uma abordagem mais clínica.

Vejamos agora alguns exemplos.

1) Respire fundo antes de iniciar qualquer atividade

A respiração profunda é um dos rituais mais comuns para superar a ansiedade. Para que tenha efeito, devemos estabelecer alguns momentos “chave” onde podemos passar pelo menos três minutos praticando.

O ideal é realizar a respiração profunda assim que nos levantarmos, ao sair de casa, ao iniciar o trabalho, antes de cada refeição e antes de dormir.

Sugerido para si:  Use o alecrim para afastar as más energias, estas são suas 4 especialidades

Também o estabeleceremos nas atividades que, em geral, nos causam estresse e ansiedade.

2) Ritual de movimento

O ritual do movimento nos ajuda a “sacudir e tirar” as preocupações da mente. Para ativar o corpo e remover a resistência aos nós de tensão.

Por isso, nada melhor do que escolher as atividades físicas que mais nos agradam e praticá-las todos os dias. Podemos correr, fazer exercícios de alta intensidade (HIIT) por 5 minutos nos momentos específicos em que mais precisamos ou até praticar yoga.

3) Ritual de autocuidado

Outro dos rituais mais indicados para superar a ansiedade é o do autocuidado.

Uma vez por dia e durante uma ou duas horas vamos dedicar tempo de qualidade exclusivamente a nós mesmos. Podemos preparar uma refeição que gostamos, ficar em silêncio e não fazer nada, ler, passear… É tempo a sós, é tempo de curar.

4) Pinte as pedras com cores para enfrentar medos e preocupações

Todos nós já ouvimos sobre como as mandalas coloridas ou outros desenhos podem ser catárticos. Escolha certas cores e deixe-se fluir neste exercício criativo e relaxante.

Bem, desta vez vamos um pouco mais longe. O que faremos é escolher uma série de pedras que, pelas suas características, nos permitem pintar e desenhar sobre elas.

Cada pedra simbolizará uma preocupação, um medo. Para superar essa angústia, vamos criar um desenho nele, algo criativo onde podemos desarmar esse véu negativo pintando-o com cores mais amigáveis. É um exercício tão simples quanto agradável.

Sugerido para si:  5 rituais fáceis de fazer para encontrar um emprego em menos de 7 dias

5) Ritual de ancoragem positiva

O ritual de ancoragem positiva pode ser de grande utilidade para nós. Consiste em duas fases muito específicas.

Na primeira, devemos organizar uma experiência que, pelas suas características, seja positiva e reconfortante. Por exemplo, um passeio à praia, um encontro com os amigos, uma escapadinha de fim-de-semana…

Quando estamos no meio dessa experiência, devemos estar plenamente conscientes dessas emoções positivas sentidas.

O objetivo é armazenar esse sentimento em nosso cérebro, como se fosse um perfume. Em seguida, escolheremos um objeto que esteja presente nesse contexto: um pouco de areia ou uma pedra se estivermos na praia, uma folha se estivermos nas montanhas, etc.

Essas emoções e aquele momento de equilíbrio e felicidade ficarão “impregnados” naquele objeto escolhido.

Será o nosso pequeno talismã diário, aquele pequeno tesouro para carregar no bolso quando nos depararmos com uma situação estressante: um exame, uma entrevista, uma consulta médica…

Para concluir, a coisa mais importante sobre os rituais para superar a ansiedade é que eles são significativos para nós.

Devemos criá-los com base em nossas crenças e características pessoais. Seu objetivo, portanto, será sempre o mesmo: nos dar fé, nos dar calma e uma sensação de segurança em um mundo de constante incerteza. via:lamenteesmaravillosa

Gostou do artigo?

Toque nas estrelas para votar.

Média: / 5. Votos:

Até agora ninguém votou, vote você!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

MAIS POPULARES